Música de Fundo:Tema da Novela Salve Jorge

Million Miles - Jason Mraz

terça-feira, 29 de setembro de 2009

De Corpo e Alma





De Corpo e Alma é uma telenovela brasileira produzida e exibida pela Rede Globo de 3 de agosto de 1992 a 6 de março de 1993, em 185 capítulos. Foi escrita por Glória Perez e dirigida por Fábio Sabag, Ivan Zettel e Roberto Talma (também o diretor geral).



































































































































































































































































































































































































































































































































































Diogo (Tarcísio Meira) é um juiz íntegro, reconhecido profissionalmente, casado com a submissa Antônia (Betty Faria), com quem mantém uma relação de aparências, apenas para preservar a instituição da família. Diogo se apaixona perdidamente por Bettina (Bruna Lombardi), e os dois passam a ter um caso às escondidas. Decididos a assumirem de vez a paixão, Diogo e Bettina planejam uma viagem juntos, mas ele acaba não tendo coragem de abandonar Antônia e deixa a amante esperando no aeroporto. Ao perceber que está sozinha, Bettina se desespera e sofre um grave acidente de carro. Sua morte cerebral é diagnosticada, e seu coração é transplantado em Paloma (Cristiana Oliveira), uma jovem com sérios problemas cardíacos que só sobreviveria se conseguisse uma doação.
- Ao saber da morte de Bettina e do transplante de seu coração, Diogo, culpado, fica obcecado pela idéia de se aproximar de Paloma, achando que assim estará próximo do coração da mulher que amou. Paloma abandonara o noivo Tavinho (Hugo Gross) no altar para se casar com seu primeiro namorado, Juca (Victor Fasano). Juca, por sua vez, esconde dela que trabalha como stripper na boate Clube das Mulheres. Diogo conhece Paloma, e os dois se envolvem. Ela se apaixona perdidamente por ele sem saber que ele fora amante de sua doadora.
- Apesar da felicidade pelo sucesso do transplante, a família de Paloma – o pai Domingos (Stênio Garcia) e a irmã Yasmin (Daniela Perez) – tem que enfrentar a perseguição da ardilosa Nárgila (Nathalia Timberg). Mãe de Tavinho, Nárgila não se conforma com a crise depressiva que seu filho tivera depois de ter sido abandonado por Paloma. Para se vingar da moça, ela usa seu poder para tomar a casa e a transportadora de seu pai, fazendo com que a família passe por dificuldades financeiras. Domingos, Paloma e Yasmim se vêem obrigados a se mudar para o Méier, bairro da zona norte do Rio de Janeiro, e a se acostumar a viver com um padrão de vida simples.
- Outro núcleo de personagens de destaque na história eram as famílias de Júnior (Aron Hassan) e Pinguim (Eduardo Caldas). Através deles, a novela discutiu sobre o direito de guarda de uma criança, explorado por Gloria Perez em Barriga de Aluguel (1990), também de sua autoria. Em De Corpo e Alma, a questão era entender o que acontece a um casal que descobre que a criança criada e educada por eles não é sua filha biológica. É o que Caíque (José Mayer) e Bia (Maria Zilda Bethlem), pais de Júnior, descobrem. Júnior tem a cor de pele bem mais escura que a de seus pais. Ao longo da história, descobre-se que o menino havia sido trocado na maternidade. Na realidade, o filho de Caíque e Bia é Pinguim, registrado por Terê (Neusa Borges) e Vado (Tonico Pereira), pais verdadeiros de Júnior. A trama envolvendo as duas famílias chamou atenção do público, ganhando maior destaque na novela.
- Outro personagem importante em De Corpo e Alma é Reginaldo (Eri Johnson), um gótico, filho de Guiomar (Maria Regina), uma senhora que mora no Méier com a filha Sheila (Carla Daniel). Através de Reginaldo, a novela falava sobre o movimento gótico nascido na Alemanha durante a década de 1970.
- A questão dos ônibus piratas, muito em voga na época da exibição da novela, também foi tema em destaque. Decidida a recomeçar o negócio do pai, Paloma se associa a Bira (Guilherme de Pádua), e os dois colocam um ônibus ilegal para circular na zona norte do Rio de Janeiro.
- De Corpo e Alma mostrou também a inversão de papéis entre homens e mulheres através do núcleo de personagens da boate de strip-tease masculino. A novela falou sobre as aspirações do homem contemporâneo, como o direito de ser vaidoso, frágil e até sustentado pela companheira. Também estava em discussão a relação entre mulheres de diferentes idades com os chamados homens-objeto ou garotos de programa.
- De Corpo e Alma apresentava ainda Edílson Vidal (Carlos Vereza), um homem misterioso que vai trabalhar como garçom no Clube das Mulheres, se aproxima de Juca e passa a ser uma espécie de mestre para o rapaz. Inteligente e intelectualizado, Vidal tem habilidade com as palavras e, com naturalidade, cita Platão, Kant e Nietszche em suas afirmações. Vidal exerce forte poder sobre Juca, manipulando o rapaz a tal ponto que ele começa a agir conforme a mente do garçom. Seguindo instruções de Vidal, Juca se aproxima de Stella (Beatriz Segall), uma mulher rica, ousada e independente que freqüenta o Clube das Mulheres. Stella e Juca iniciam um romance, e Vidal continua a manipular o rapaz, orientando suas atitudes. Ao longo da narrativa, o mistério envolvendo Vidal vai sendo desvendado. Na realidade, Vidal se aproximara de Juca com o objetivo de se vingar de Stella. Os dois se conheceram há 30 anos, quando Stella, já rica, usou seu poder de sedução com o jovem garçom. Ciente da paixão de Vidal, Stella fez dele gato e sapato, abusando de seu amor e devoção. Nessa mesma época, Vidal envolveu-se com o jogo clandestino e acabou preso. Ao sair da prisão, resolve se vingar da mulher que o desprezou e vê em Juca a peça ideal para seu jogo. No último capítulo da novela, depois de ser denunciado por Juca, Vidal é perseguido pela polícia. Sem alternativa de fuga, ele se joga dos Arcos da Lapa e morre, em uma das cenas mais marcante da novela.
- Em 28 de dezembro de 1992, uma tragédia abalou a equipe envolvida na novela. A atriz Daniela Perez, filha da autora, e interprete da personagem Yasmin, foi assassinada pelo ator estreante Guilherme de Pádua e por sua mulher na época, Paula Thomaz. Na trama, Guilherme de Pádua vivia o personagem Bira, com quem Yasmin tinha um romance. Durante os sete dias após o crime, os autores Leonor Bassères e Gilberto Braga assumiram a responsabilidade de escrever os capítulos e apresentar uma alternativa para o desaparecimento dos dois personagens. Depois de uma semana, Gloria Perez retomou o trabalho e conduziu a novela até o fim. A autora incluiu mais dois assuntos polêmicos na trama: a morosidade da Justiça e a inadequação do Código Penal.
- Ao final do primeiro capítulo de De Corpo e Alma sem Daniela Perez, os atores e o diretor Fabio Sabag prestaram uma homenagem à atriz com depoimentos gravados. Uma viagem de estudos foi a solução encontrada pelos autores para explicar a saída de Yasmin da história. Bira simplesmente deixou de existir.





Elenco
Tarcísio Meira - Diogo Santos Varela
Cristiana Oliveira - Paloma Bianchi
José Mayer - Caíque (Carlos Henrique Lopes Jordão)
Maria Zilda Bethlem - Bia (Beatriz Lopes Jordão)
Victor Fasano - Juca (Joaquim José Marcondes)
Betty Faria - Antônia Santos Varela
Beatriz Segall - Stella Mendes Peixoto
Carlos Vereza - Vidal (Edilson Vidal)
Stênio Garcia - Domingos Bianchi
Renée de Vielmond - Helena
Vera Holtz - Simone Guedes
Neuza Borges - Terê
Nathália Timberg - Nágila Pastore
Eva Todor - Calu (Maria Carolina Pastore)
Hugo Carvana - Agenor Pinheiro
Daniela Perez - Yasmin Bianchi
Fábio Assunção - Caio Pastore
Guilherme Leme - Gino (Agenor Pinheiro Filho)
Ewerton de Castro - Guedes (Antônio Guedes)
Marilu Bueno - Laci (Maria Lúcia Bianchi)
Tonico Pereira - Vado
Eri Johnson - Reginaldo Freitas
Aracy Cardoso - Celinha
Hugo Gross - Tavinho (Otávio Pastore)
Eduardo Caldas - Pingüim (filho biológico de Bia e Caíque)
Aron Hassan - Júnior (filho biológico de Vado e Terê)
Ida Gomes - Bela Lopes
Márcia Real - Sálvia Lopes
Lizandra Souto - Patty (Patrícia Maria Guedes)
João Vitti - Nando
Maurício Branco - Felipe Santos Varela
Marcelo Picchi - Attílio
Marcelo Faria - Beto (José Alberto Guedes)
Carla Daniel - Sheyla Maria
Patrícia Naves - Aninha
Desirée Vignolli - Mércia
Maria Regina - Guiomar Freitas
Daniel Sabbá - William
Paulette - Inácio
Marcos Manzano - Apresentador do clube das mulheres
Juliana Teixeira


Guilherme de Pádua-Bira




Participações especiais
Bruna Lombardi - Betina
Mário Lago - Veiga (desembargador)
Paulo Figueiredo
Livingstone Trobilio - irmão de Juca
Milton Gonçalves - Juiz de menores
Guilherme Corrêa - Funcionário do fórum que dá informações a Juca
Luiz Magnelli - Delegado de polícia
Felipe Wagner - Detetive contratado por Stella para lhe oferecer informações sobre Vidal





Fonte:Wikipédia,Memória da Globo

12 comentários:

Anônimo disse...

Participação ESPECIAL: GUILHERME DE PÁDUA???? Fala sério!!!

Anônimo disse...

Fala serio mesmo!!!!!

Mada Aveiro disse...

Pois é amigo, Mas os nomes do Elenco aparecia assim na época da Novela.

Natasha disse...

Novela que deu origem ao tão famoso"club das mulheres."Infelizmente onde aconteceu a grande tragédia que foi o assassinato da atriz Daniela Perez!!!Apesar dessa grande perda,a novela não deixou de ter uma grande repercussão na televisão brasileira

Anônimo disse...

Esse Guilherme tinha ke ta preso ate hj ele nao era pra ser solto nunka eu sempre lembrarei da minha eterna Daniela Perez eu amava ela na ond evc estiver dani eu to aki lembrando d evc viu descançe em Paz

Anônimo disse...

Dói muito ver essas fotos da Dany,tão linda,tão feliz,poxa vida!!!!Pq uma coisa dessas tinha que acontecer com ela??E esse vagabundo ta por aí,curtindo..e a ex dele tb!!Assassinos cruéis gozando da vida cm se nada tivesse acontecido!!E a vida que eles tiraram como fica??6 anos e 4 meses de prisão??Não é possivel que alguém sensato concorde com uma barbaridade dessas!!

Superonan disse...

Parabéns pelo blog.
Sou bastante interessado em trilhas sonoras das novelas, principalmente as dos anos 70, 80 e 90. Utilizei seu blog pra relembrar a excelente trilha sonora da novela "De Corpo e Alma", com a excelente foto tirada do Eri Johnson que se não me engano interpretava um gótico?!
As trilhas sonoras das novelas da Globo tem decaído, assim como a qualidade das próprias novelas (minha opinião).
Obrigado pela contribuição e parabéns novamente pelo blog.

Mada disse...

Eu é que agradeço sua visitas.Seja sempre bem vinda!

Anônimo disse...

tadinha da dani,morreu por ser vitima da inveja de quase todos que integravam a novela.

Anônimo disse...

Ok que o nome do assassino aparece como "participação especial". Mas precisa mesmo ter a foto dele em cena? E TEM.
Estou maravilhada com seu trabalho e nunca pensei que teria, um dia, que postar como "anonimo" mas, confesso, tenho medo.
Tire a foto dele. E quer mesmo saber? Esqueça o que diz a ficha técnica. Quem a fez, jamais poderia imaginar o que estava por vir. Tire o nome desse mostro daqui ou cite como assassino da atriz DANIELLA PEREZ.
Parabéns pelo trabalho. M A R A V I L H O S O!!!

Anônimo disse...

a daniella foi vitima de todos os atores e atrizes que integravam a novela,INVEJOSOS TODOS

adao disse...

nao ha o que dizer pois eu era apaixonado por daniela,yasmin achava ela linda, foi uma covardia o que fizeram com ela ,mas acredito que ela esta no céu pois tinha um coraçao bom ,e parecia nao ter nenhuma maldade .que Deus a tenha.